SOBRE O EVENTO

O Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social – CONGEMAS, cumprindo os seus objetivos representando os municípios brasileiros junto ao Governo Federal, especialmente junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e aos governos estaduais, para fortalecer a representação municipal nos Conselhos, Comissões e Colegiados, em todo o território nacional, realizará em Belém do Pará o XXI ENCONTRO NACIONAL CONGEMAS, no período de 07 a 09 de agosto de 2019, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia.

Belém do Pará será o cenário de nosso Encontro e está empenhada em receber a todos que participam ativamente deste processo fazendo os preparativos para que este encontro seja um grande evento, proporcionando aos colegas de todo o Brasil uma programação de elevado nível e ainda para que possam desfrutar das belezas da Amazônia, de sua premiada cultura e imperdível gastronomia.

Contamos com a sua presença neste importante evento para que nossos debates em torno do tema “OS DESAFIOS DA PROTEÇÃO SOCIOASSITENCIAL EM CONTEXTO DE RESTRIÇÃO FISCAL” tragam profícuas definições através do pleno envolvimento e participação de todos para alcançarmos com sucesso este propósito.

Andreia Lauande
Andreia Lauande

Presidente do Congemas

PROGRAMAÇÃO

08:00h às 17:00h – CREDENCIAMENTO 

09:00h – PAINEL I

A TRAJETÓRIA DE CONQUISTAS E DESAFIOS DOS SERVIÇOS
SOCIOASSISTENCIAIS NO BRASIL: 10 ANOS DA TIPIFICAÇÃO NACIONAL DOS
SERVIÇOS SOCIOASSISTENCIAIS

11:00h – DEBATE

12h- ALMOÇO LIVRE

14:00h – ABERTURA OFICIAL

Ato Comemorativo dos 10 anos da Tipificação Nacional dos Serviços
Socioassistenciais e dos 20 anos do SELO UNICEF

16:00H – PAINEL II

OS DESAFIOS DA PROTEÇÃO SOCIOASSISTENCIAL EM CONTEXTO DE
RESTRIÇÃO FISCAL

17:30h –DEBATE

18:30h – ENCERRAMENTO

18:30h – COFFEE BREAK / ENCERRAMENTO

09:30h às 12:30h: OFICINAS

1. Atendimento a migrantes e refugiados no SUAS: fenômenos e
corresponsabilidades;
2. Calamidades, emergência e barragens no SUAS;
3. Sistemas de Informação do SUAS: instrumentos para qualificação da gestão,
dos serviços e benefícios;
4. Benefícios eventuais e seguranças sociais;
5. Bolsa Família e Cadastro Único no SUAS;
6. BPC: conquista civilizatória das pessoas com deficiência e idosas;
7. Regionalização da Proteção Social Especial: corresponsabilidades dos entes
federados;
8. Gestão Orçamentária e Financeira;
9. Trabalho Social com Famílias no SUAS;
10. Democratização no SUAS: Participação e Controle Social;


14:30 às 17:30h: OFICINAS

1. População em situação de rua no SUAS;
2. Integração e reintegração de crianças e adolescentes à convivência familiar e
comunitária;
3. Primeira infância no SUAS;
4. Instâncias de pactuação, negociação e deliberação do SUAS;
5. BPC: conquista civilizatória das pessoas com deficiência e idosas;
6. Gestão Orçamentária e Financeira;
7. Trabalho Social com Famílias no SUAS;
8. Planejamento no SUAS: cumprimento do artigo 30 da LOAS e Lei do SUAS;
9. Gestão do SUAS: importância da estruturação da Vigilância Socioassistencial;
10. A integralidade nas políticas públicas no SELO UNICEF;


17:30h – ASSEMBLÉIA GERAL DO CONGEMAS

  • Prestação de Contas
  • Alterações no Estatuto
  • Escolha das cidades Sede dos Encontros Regionais e do XXII ENCONTRO
    NACIONAL

    19:00h – ENCERRAMENTO

09:00h – Mesas Redondas

MESA REDONDA I

OS IMPACTOS DOS BENEFÍCIOS E SERVIÇOS SOCIOASSISTENCIAIS NA
PROTEÇÃO SOCIAL DA POPULAÇÃO BRASILEIRA


MESA REDONDA II

A CORRESPONSABILIDADE DOS ENTES FEDERADOS NA GESTÃO E
FINANCIAMENTO DO SUAS: PERSPECTIVAS PARA A UNIVERSALIZAÇÃO DA
ASSISTÊNCIA SOCIAL


MESA REDONDA III

A INTEGRALIDADE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS E A EFETIVAÇÃO DOS DIREITOS
SOCIOASSISTENCIAIS FRENTE ÀS DIVERSIDADES TERRITORIAIS E
POPULACIONAIS


11:00h – DEBATE


12:00 às 14:00h - ALMOÇO LIVRE


14:00h – PAINEL III

A RELAÇÃO SUAS E SISTEMA DE JUSTIÇA: DIÁLOGO NECESSÁRIO PARA
RESSIGNIFICAR OS DIREITOS SOCIOASSISTENCIAIS


15:30h – DEBATE


16:00h – A ORGANIZAÇÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA DOS GESTORES
MUNICIPAIS E O FORTALECIMENTO DAS FRENTES EM DEFESA DO SUAS: UMA AGENDA PARA O PODER LEGISLATIVO


18:00h - ENCERRAMENTO

img-10

PALESTRANTES

LUCIANA DE BARROS JACCOUD

Doutora em sociologia pela Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília, mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco. Integra a carreira de planejamento e pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Foi conselheira do Conselho Nacional de Assistência Social (2002-2004) e Assessora Especial do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (2010-2014). Professora permanente do Mestrado Profissional em Governança e Desenvolvimento e docente de cursos de especialização da Escola Nacional de Administração Pública. Pesquisadora associada ao Grupo Pobreza e Politicas Sociais da Clacso e ao Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília. Áreas temáticas: Estado, políticas públicas, proteção social e políticas sociais, democracia, cidadania, pobreza, desigualdade social e desigualdade racial, participação social.


JOAQUINA BARATA

Possui graduação pela Universidade Federal do Pará (1963) e mestrado - (1985). em Planejamento do Desenvolvimento-NAEA (UFPA). Professora Aposentada da UFPA. Coordena desde 2001, a pós-graduação lato-sensu a distância na área do Planejamento e Gestão do Desenvolvimento Regional. Coordenou o primeiro curso de aperfeiçoamento, financiado pela SUDAM, que certificou técnicos dos pólos: Altamira, Itaituba, Santarém, Marabá, Belém e Castanhal e que foi encerrado com sucesso. Coordenou o I Curso de Especialização a distância na mesma área (PLANEAR I), encerrado em 2004, com concentração em Planejamento Ambiental e está coordenando o PLANEAR II e III. Contribui ainda na elaboração de projetos e programas dos cursos de pós-graduação. Experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Fundamentos do Serviço Social, atuando principalmente nos seguintes temas: servico social, politica social, forca de trabalho, planejamento e ocupação. Planejamento Estratégico e Ouvidora da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH). Membro do Comitê Executivo da International Federation of Social Workers (Federação Internacional de Trabalhadores Sociais), em dois mandatos (de 2002 a 2005 e 2005 a 2008); Exerceu o magistério no curso de Serviço Social da Universidade Federal do Pará (UFPA), de 1972 a 1996; Foi Pró-Reitora de Planejamento na UFPA entre 1993 e 1997; Especialista em Administração universitária EUA/UFAL

ALDAIZA SPOSATI

Pós-Doutora pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra sob supervisão de Boaventura Souza Santos (1992). Professora titular do corpo permanente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, onde coordena o NEPSAS - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Seguridade e Assistência Social. Mestre e Doutora em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Desenvolve disciplinas em stricto sensu em unidades de ensino em Portugal e Argentina. Consultora de órgãos internacionais: UNESCO e UNICEF. Autora de vários livros e artigos sobre políticas sociais em especial no campo de proteção social. Conhecimento teórico e prático em Política de Proteção Social, com ênfase em assistência social, gestão pública, gestão municipal, gestão social. Formação em gestão urbana aplica-se em estudos sócio territoriais, métricas territoriais, processos de exclusão/inclusão social. Gestora pública municipal ocupando o cargo de Secretaria Municipal na cidade de São Paulo em: Administrações Regionais (1989/1990); Assistência Social (2002/2004). Vereadora da Cidade de São Paulo por 3 mandatos consecutivos (1993-2004). Conselheira da Cidade de São Paulo (2013-2016).

BERENICE ROJAS COUTO

Possui graduação em Serviço Social pela UCPEL (1973) e doutorado em Serviço Social pela PUCRS (2003). Atualmente é professora titular da FSS/PUCRS; membro da Comissão Científica da Revista Textos & Contextos (Porto Alegre) - FSS/PUCRS; consultora Ad Hoc da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e consultora Ad Hoc - Cortez Editora e Livraria Ltda. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social e Política Social, atuando principalmente nos seguintes temas: assistência social, serviço social, direito social, sistema único de assistência social (suas) e cidadania.

Vereadora da Cidade de São Paulo por 3 mandatos consecutivos (1993-2004). Conselheira da Cidade de São Paulo (2013-2016).

MARIA LUIZA AMARAL RIZZOTTI

Assistente Social com mestrado, doutorado e pós-doutorado em Serviço Social e Política Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atuou como professora na Universidade Estadual de Londrina em nível na graduação de 1987 a 2014 e no Programa de Pós-Graduação em Política Social e Serviço Social desde de 2001 a 2014, ministrando a disciplina de Gestão de Política Sociais. Participou do Núcleo Pesquisa e Estudos sobre Gestão de Políticas Sociais de 2002 a 2017. Exerceu a função de coordenadora do Procad ? UEL/PUC-SP entre os anos de 2012 a 2014. Foi professora colaboradora na Universidade Estadual de Londrina no Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Política Social de 2015 a 2017. Coordenadora adjunta na Capes para a Área de Serviço Social na gestão de 2011 a 2013. Gestora da Política de Assistência Social no município de Londrina de 2001 a 2008. Exerceu, durante o ano de 2010, a função de Secretária Nacional de Assistência Social (Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome). Atualmente é pesquisadora através de Convênio CNPq e FAPESQ, junto ao Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFPB.

MARIA OZANIRA DA SILVA E SIVLA

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA (1966); Master of Social Work - Western Michigan University (1976); mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1980) e doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987). Desenvolveu estágio pós-doutoral no Núcleo de Estudos de Políticas Públicas da Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professora do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da UFMA e Coordenadora do Grupo de Avaliação e Estudo da Pobreza e de Políticas direcionadas à Pobreza (www.gaepp.ufma.br). Tem direcionado sua prática acadêmica no campo das Políticas Sociais, com ênfase na Política de Assistência Social e em Avaliação de Políticas e Programas Sociais, atuando principalmente nos temas: pobreza e programas de transferência de renda. Revisora de 6 periódicos; Membro do Corpo Editoria de 10 Revistas nacionais e estrangeiras; membro de 3 comitês de assessoramento; e revisora de projeto de fomento em 3 instituições. Na pós-graduação, foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas/UFMA, em diversos mandatos, no período 1993 a 2011; representante Adjunta na Área de Serviço Social na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), nos períodos 2001-2004 e 2005-2007; na pesquisa, entre 1991 a 2018, coordenou 19 projetos de pesquisa. Atualmente coordena 02 projetos; foi membro titular do Comitê de Assessoramento de Psicologia e Serviço Social no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), no período 2003/2005 e de 07/2008 a 06/2011. A produção acadêmica, até novembro 2018, foi representada pelas seguintes publicações: 35 livros publicados/organizados ou edições; 93 capítulos de livros; 52 artigos completos publicados em periódicos científicos nacionais e estrangeiros; 75 trabalhos completos publicados em anais de eventos científicos nacionais e internacionais. Na orientação acadêmica, além da orientação de inúmeras monografias de conclusão de cursos de graduação, Iniciação Científica e especialização, orientou 18 dissertações de mestrado e co-orientou 01; orientou 16 teses de doutorado e co-orientou 02 e supervisionou 04 estágios pós-doutorais, na área de Políticas Públicas. Entre outros, recebeu os seguintes prêmios e títulos: Doutora Honoris Causa, Universidade Federal do Maranhão. (2015); Prêmio FAPEMA 2013 - Orientação de Tese de doutorado, Fundação de Amparo à Pesquisa e o Desenvolvimento Tecnológico do Maranhão FAPEMA (2013); Prêmio FAPEMA 2013 - Honra ao Mérito Científico-Tecnológico (Pesquisadora), Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico do Estado do Maranhão FAPEMA (2013); Diploma de Economista Emérito, Conselho Regional de Economia do Maranhão - 15a Região - MA (2013); Mérito Científico, designação: Patrona do Prêmio Mérito Científico Professora Maria Ozanira da Silva e Silva, Universidade Federal do Maranhão (2013); Cruz do Reconhecimento Social e Cultural, Câmara Brasileira de Cultura (2012); Grã Mestre da Ordem dos Timbiras, Governo do Estado do Maranhão (2012); Palmas Universitárias, Universidade Federal do Maranhão (2010); Prêmio FAPEMA 2008 Pesquisador Sênior Humanas, Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico do Maranhão FAPEMA. (2008); Medalha Sousândrade do Mérito Universitário, Conselho Universitário - UFMA 1982.

EDVAL BERNADINO CAMPOS

Professor do ensino superior desde 1983, lecionando no curso de Serviço Social da EXTINTA Fundação Universidade Regional do Nordeste e da Universidade da Amazônia - UNAMA. Concursado em 2011 para a Universidade Federal do Pará - UFPA, curso de Serviço Social, no qual vêm lecionando as disciplinas de Políticas Públicas, Políticas Sociais e Estágio Supervisionado na área da Assistência Social. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA/UFPA) até Dezembro de 2015. Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política (PPGCP/UFPA), em exercício. Graduado em Serviço Social (UFPB); Mestre em planejamento do desenvolvimento (UFPA) e Doutorado em Ciência Política (IUPERJ/UFPA), em estágio Pós-Doutoral no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal Fluminense (PPGEO/UFF). Atualmente coordena o Grupo de Análise de Políticas Públicas e Políticas Sociais na Amazônia (GAPSA).

PALESTRANTE

Em breve

As inscrições serão efetuadas SOMENTE via internet, no site do evento, até a data de 03 de agosto de 2019. Após esta data as inscrições somente poderão ser efetuadas na secretaria de credenciamento, no local do Congresso. O participante receberá e-mails de confirmação de dados e pagamento; A taxa de inscrição dará direito a: atividades científicas, material do congresso e certificado de participaçãoA Secretaria do Evento estará à disposição a partir das 08h00 do dia 06 de agosto de 2019 no Hall Foyer do Hangar Superior para a retirada do material dos congressistas Pré-inscritos e recebimento de novas inscrições.Em caso de dúvida, favor entrar em contato com a secretaria do Evento: PAUTA.COM, através do telefone (91) 3246.0734 / 3246.7603 ou e-mail: atendimento@pautaeventos.com.br

INSCRIÇÕES
POR EMPENHO

inscrições por Empenho
  • Para a inscrição ser efetivada o participante deverá efetuar seu cadastro no link de inscrições e em seguida deverá fazer o envio da nota de empenho para o e-mail atendimento@pautaeventos.com.br, após o envio do documento a inscrição será homologada.
  • As inscrições por empenho serão aceitas pelo site do evento até o dia 03 de agosto de 2019, após esta data somente poderão ser apresentadas para a efetivação da inscrição na secretaria de credenciamento no local do evento.

Dados para emissão da Nota de Empenho:

  • RAZÃO SOCIAL: CM PLANEJAMENTO E GESTÃO DE EVENTOS
  • CNPJ: 24.661.769/0001-19
  • INSCRIÇÃO ESTADUAL: ISENTO
  • INSCRIÇÃO MUNICIPAL: 269482-9
  • ENDEREÇO: Av. José Bonifácio, 160 – Ed. José Bonifácio, Sala 04 – São Brás – Belém – PA / 66063.075
  • Fone Contato: (91) 3246.7603 / 3246.7020 / 3246.6928
  • Email: atendimento@pautaeventos.com.br
  • Dados Bancários para depósito:

Banco: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Agência: 0022
Operação: 003
Conta corrente: 2561-0

FAÇA DOWNLOAD DA CERTIDÃO MUNICIPAL 2019

Para fazer o download das Certidões CLIQUE_AQUI.

Informações que devem constar na Nota de Empenho:

  • Nome do responsável do setor que efetuará o pagamento do empenho com telefone fixo, celular e e-mail para contato;
  • Dados completos da instituição responsável para emissão de nota fiscal;
  • Nome completo dos inscritos;
  • Valor total da nota de empenho correspondente a somatório das inscrições individuais de cada participante

ATENÇÃO

  1. Após o pagamento da Nota de Empenho, a entidade pagadora deverá enviar o comprovante para o e-mail atendimento@pautaeventos.com.br para que seja efetuada a baixa do débito junto à mesma;
  2. Não havendo Nota de Empenho ou ausência do nome em documento previamente enviado até a data estipulada, o inscrito deverá fazer o respectivo pagamento no ato de sua inscrição na secretaria de credenciamento no local do evento, de acordo com sua categoria.
  1. Comprovando-se a duplicidade de pagamento de inscrição, a devolução será efetuada de forma integral através de depósito bancário até 60 (sessenta) dias após o término do evento;
  2. Não serão consideradas Notas de Empenho que não estiverem condizentes com as orientações acima.

Clique no link e faça sua inscrição: http://icongresso.pauta.itarget.com.br/estacao/index/index/evento/18 

INSCRIÇÃO
INDIVIDUAL

APOIADORES

Sobre a cidade

Será uma oportunidade ímpar para você conhecer essa cidade rica em história e cultura, com mais de 400 anos e uma população de cerca de um milhão e 500 mil pessoas. Conheça um pouco mais sobre a cidade que oferece experiências únicas a seus visitantes

Um pouco da história:

A capital paraense foi fundada em 12 de janeiro de 1616, no Norte do Brasil. A “cidade das Mangueiras”, como também é conhecida, destaca-se por sua pluralidade, que pode ser vista nas músicas, na culinária, na cultura, nos pontos turísticos e nas manifestações populares que proporcionam as mais diversas oportunidades e vivências.

Ao chegar a Belém, você vai perceber que a cidade reúne as características de uma metrópole com o encanto típico das cidades que ficam longe dos grandes centros. O fluxo de águas, pessoas, ruas e florestas nos transporta a pistas históricas de seus 403 anos, aliando o imaginário sobre a Amazônia e a realidade que só se pode conhecer ao ser experimentada.

Nessa “cidade morena”, há acervos culturais e arquitetônicos que comunicam a história do Pará e da região, além de narrarem as marcas da colonização europeia. Você pode passar pela arquitetura do século XVII no complexo Feliz Lusitânia, vendo exemplares de Art Nouveau únicos no país. Vai “ouvir” os ecos do modernismo no Norte com a arquitetura “Raio que o parta” e, claro, encontrar elementos contemporâneos, como a Estação das Docas.

 

Clima

A chuva é uma rotina por aqui, mas, ao mesmo tempo, o sol vai continuar “torando”! Então use roupas leves para quando estiver na rua, sem esquecer que ambientes internos são todos bastante refrigerados, então um agasalho na bolsa vem a calhar! Temos nossos dias de neblina também de 23°C. Para nós é o verdadeiro “inverno amazônico”, mas em setembro será difícil experimentar essa estação.

O clima equatorial definitivamente pega pesado, então, protetor solar e um guarda-chuva são itens básicos. Dependendo do rolê que você quiser fazer, como o Museu Emílio Goeldi, o Bosque Rodrigues Alves ou o Parque Estadual do Utinga, é bom ter um repelente em mãos, mas não se preocupe, o que não falta aqui são farmácias onde você pode adquirir esses itens.

 

Gastronomia

Belém ainda oferece uma gama de sabores e sensações. A gastronomia, com influências indígenas, africanas e europeias, traz gostos que você não pode deixar de conhecer, com pratos preparados com raízes e folhas da terra, peixes dos nossos rios, temperos e frutas em abundância. O açaí, tão conhecido nacionalmente, aqui tem um jeito próprio de ser consumido e, com certeza, você vai ter que provar. O jambu e o tucupi são outros sabores imperdíveis. Saiba mais na página “Aqui se come bem”.

 

Cultura

Quando passar por uma esquina, você pode “tropeçar” no ritmo do tecnobrega saindo de alguma boca de ferro ou de um bikesom, ir a um baile da saudade para ouvir as marcantesou “ir bater lá em” em Icoaraci para uma roda de Carimbó no Coisas de Negro. Temos ainda o “treme”, o calipso, a guitarrada, o lundu, o siriá, entre outros ritmos, que esperamos que você tenha oportunidade de ouvir e dançar.

Nossa maior manifestação religiosa é cristã, mas bastante sincrética, o Círio de Nazaré. Além dessa que é a maior procissão de rua do mundo, somos abençoados com uma pluralidade de expressões religiosas: temos um grande legado de religiões de matriz africana e ainda fomos a primeira comunidade judaica da Amazônia e do Brasil República. Temos ainda forte representação espíritamessiânica, e Neo Pentecostal, entre muitas outras.

Na literatura, você pode conhecer a história do boto que valseia porta à fora com a dona da festa no “Baile do Judeu”, de Inglês de Souza; o conto do professor nervoso e preocupado com o calor, porque talvez vá encontrar Clarice Lispector no Hotel Central, como imaginado por Maria Lúcia Medeiros; viaja do Marajó até Belém pela saga do “Extremo norte” de Dalcídio Jurandir; e se deslumbra com a poesia moderna de Max Martins.

Em nossas narrativas míticas, você vai aprender sobre a moça do táxi, que desce no cemitério da Soledade, das assombrações, que aqui a gente chama de visagens, e também vai saber sobre os encantados que “moram” nos rios e vieram para Belém. Vai ouvir falar da Iara, da Matinta e da Vitória-Régia e tantas outras histórias e crenças, como o intrigante culto às almas.

                                                                                           Hotel Oficial: 

  •  O hotel oficial do Intercom 2019 será o Hotel Regente, localizado na Elegante hotel no centro da cidade, próximo à Praça da República, onde fica o Theatro da Paz. O hotel oferta tarifas especiais de diárias para os congressistas para quartos individuais, duplos e duplos com acréscimo de uma cama.

     

  • CONFIRA A TABELA DE PREÇOS NO LINK ABAIXO:
    http://eventos.valeverdeturismo.com.br/Product.aspx?eid=4087

                                                  Resultado de imagem para hotel regente Belém PA

                                                                          


                                                                                                Email – atendimento@valeverdeturismo.com.br
                                                                                                   Telefone: (91) 3218-7333 / (91) 98319-4701.

 

ATENÇÃO
Estamos disponibilizando abaixo relação de hotéis econômicos na região metropolitana de Belém do Pará.. Ressaltamos que as consultas, solicitações de reservas e pagamentos devem ser feitos diretamente pelo congressista junto aos hotéis informados, não sendo responsabilidade da empresa organizadora, da comissão organizadora e da agencia de viagem oficial qualquer situação advinda de reservas junto aos mesmos.

Beira Rio

A melhor acomodação próxima à universidade (1,9 Km) e com a melhor vista para o Rio Guamá, porém, afastado do centro. Diárias: a partir de R$ 115. 

Resultado de imagem para beira rio hotel belém - pa

Bristol Umarizal Belém

Representante da rede Bristol, fica próximo ao centro. Diárias: entre R$215 e R$267

Resultado de imagem para bistro umarizal belem pa

Hotel Danúbio

Opção econômica mais próxima à universidade. Diárias: entre R$122,00 e R$174,00

Resultado de imagem para Hotel Danúbio

Hotel Grão-Pará

De frente para a Praça da República, ponto turístico da cidade, próximo da movimentação do centro. Diárias: entre R$115 e R$150.

Resultado de imagem para hotel grão pará belém p

Hotel Manacá

Um hotel rústico bem no meio da cidade, próximo à Av. Brás de Aguiar com suas lojas, restaurantes e outras comodidades da cidade, com um visual único. Diárias: a partir de R$167. 

Resultado de imagem para Hotel Manacá belém pa

Ibis Budget Belém

Hotel da rede Ibis, com localização entre o centro da cidade e a Universidade. Diárias: a partir de R$ 105. 

Resultado de imagem para Ibis Budget Belém PA fotos

Ipê

Uma opção mais econômica no bairro de São Brás, a um pulo do centro e das outras partes da cidade. Diárias: entre R$118 até R$138.
Resultado de imagem para ipê hotel belém

 

Portas da Amazônia Belém

Um casarão antigo de frente para o Complexo Feliz Lusitânia, um dos principais pontos turísticos da cidade, no bairro da cidade velha, mas próximo ao centro e a agitação. Diárias: entre R$170 a R$254. 

Resultado de imagem para Portas da Amazônia Belém

Hostel Amazônia

Em uma casa localizada no centro de Belém, o hostel dispõe de uma cozinha, de uma sala de TV e de uma biblioteca. Os dormitórios e quartos privativos possuem diárias que variam de R$ 30 a R$ 65, sem café da manhã.

Hostel Cidade Velha

O hostel fica próximo dos principais pontos turísticos do Centro Histórico de Belém. Oferece WiFi, cafeteira nos quartos e o café da manhã está incluso na diária. Os valores variam de R$ 52 a R$ 140, conforme a acomodação.

Hotel e Hostel Amazônia

Bem localizado, próximo a tudo que acontece na cidade. As tarifas variam entre R$52,00 e R$186,00, dependendo do tipo de quarto escolhido, que vai desde a suíte individual até os quartos sem ar condicionado (não importa seu nível de despojamento, não aconselhamos ficar sem ar condicionado em Belém).

Hotel Fenix

Localizado em uma das principais avenidas da cidade, oferece TV, ar condicionado, café da manhã e Internet. Os valores dos quartos são a partir de R$ 65. 4,9

Mama Hostel

Para quem procura um espaço aconchegante, confortável, econômico e com ambientação amazônica, o Mama Hostel é uma excelente opção. Lá, todos os quartos possuem ar condicionado, chuveiro com água quente, WiFi, cozinha completa à disposição e a segurança de um controle de acesso com biometria.  No balcão do hostel, há opções de passeios exclusivos e transfer in/out para o aeroporto. Oferece café da manhã. Diária: os quartos variam de R$46 a R$110 por pessoa.

Manga Hostel

Opção econômica próxima ao centro da cidade, com dormitórios e quartos privativos, todos com banheiro interno. Área externa conta com piscina, bar e lounge. Oferece café da manhã. Diárias entre R$ 55 e R$ 160 por pessoa.

Ôvibe Hostel & Arts

Fica na área mais agitada da cidade, onde tem as festinhas e os restaurantes badalados. Se não quiser sair, a festa é la mesmo, no Snack Bar que funciona terça, quarta e domingo das 8h às 23h e quinta, sexta e sábado de 8h à 1h. Tem suíte privada e dormitórios exclusivos masculinos e femininos. Não oferece café da manhã. Diárias a partir de R$40 (quartos coletivos) e R$130 (quartos individuais).

Pará Hostel

Possui varanda térrea e lounge compartilhado, com sala de TV e WiFigratuito. Quartos com banheiro privativo ou compartilhado. Diárias de R$ 30 a R$ 60. 2,2

Pousada da Didi
Bem localizada em bairro central, oferece TV e ar condicionado nos quartos, além de WiFi e espaços compartilhados, como lavanderia. As diárias ficam entre 55 e 220, dependendo da acomodação.

 

 

A culinária de Belém é um dos pontos fortes da cidade. Há quem diga que quem “chegou ao Pará, parou, tomou açaí, ficou”! Entre os pratos típicos mais conhecidos, além do açaí, estão o tacacá, a maniçoba, o pato no tucupi, o filhote, a farinha de tapioca, entre muitos outros.

Nossas frutas também não deixam nada a desejar: cupuaçu, muruci, taperebá, bacuri, além de poderem ser consumidas in natura, também são ingredientes para sucos e sorvetes deliciosos! Há ainda bebidas regionais como a cachaça de jambu e cervejas artesanais.

Na cidade, você poderá encontrar opções de restaurantes regionais, clássicos, populares, lanchonetes, hamburguerias, bares, mercados… enfim, não faltará opções para se comer bem, com diferentes custos. Confira abaixo o nosso guia, com dicas para o tour gastronômico pela cidade!

Cozinha regional

Família Caranguejo
Se tiver com vontade de conhecer o chamado “toc toc” ou provar uma bela sopa de caranguejo, vá ao restaurante Família Caranguejo que a experiência gastronômica é incrível e muito família! O espaço tem cardápio de pratos fit e opções para os não adeptos a mariscos. Saladinhas, fettuccine e filés à moda do chefe te aguardam também. Se estiver com crianças, tem até uma brinquedoteca para a garotada. Estacionamento próprio.
Funcionamento de terça a quinta, das 18h às 23h, sexta e sábado, das 11h às 23h, e domingos e feriados, das 11h às 17h.
Endereço: Travessa Piedade, 426 – Reduto.
Contato: (91) 3351-3483.
Faixa de preço mediana.

Manjar das Garças
É um refinado restaurante situado no Mangal das Garças, ponto turístico de Belém. Serve vários pratos tradicionais da culinária paraense, com toque da alta gastronomia. Uma ótima opção para finalizar o passeio no Mangal, saboreando um delicioso pato no tucupi com risoto de jambu.
Funciona de terça a domingo, das 12h às 16h e das 20h à meia-noite.
Endereço: Rua Carneiro da Rocha, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 3242-1056.
Faixa de preço alta.

Point do Açaí
Culinária típica da cultura paraense, com destaque para o tradicional açaí e peixes regionais. No restaurante, possível acompanhar uma demonstração de como o açaí é “batido” para chegar às nossas mesas. Há duas unidades:

Point Boulevard
Funcionamento domingo e segunda, das 11h às 16h,e de terça a sábado, das 11h às 22h30.
Endereço: Avenida Boulevard Castilhos França, 744, esquina com a Av. Presidente Vargas – Campina.
Contato: (91) 3212-2168.
Faixa de preço mediana.

Point Veiga
Funcionamento de segunda a domingo, das 11h às 16h.
Endereço: Rua Veiga Cabral, 450, esquina com a Trav. Bom Jardim – Cidade Velha.
Contato: (91) 3225-4647 | 3230-3162.
Faixa de preço mediana.

Remanso do Bosque
É o famoso restaurante de cozinha contemporânea paraense, do reconhecido chef Tiago Castanho. Prove o famoso filhote na brasa ou as ostras de São Caetano de Odivelas, servidas somente às sextas.
Funcionamento de terça a quinta, das 11h30 às 15h e das 19h às 22h30; sexta e sábado, das 11h30 às 15h30 e das 19h às 23h30; e domingo, das 11h30 às 15h30.
Endereço: Avenida Rômulo Maiorana, 2350 – Marco.
Contato: (91) 3347-2829.
Faixa de preço alta.

Remanso do Peixe
Localizado em uma vila, na antiga Casa da Família Castanho, o Remanso do Peixe é um convite para conhecer uma casa paraense que respira culinária regional. Ah, é preciso ir prevenido financeiramente porque as opções do cardápio não são tão em conta, mas os pratos principais alimentam duas pessoas muito bem.
Funcionamento de terça a domingo, das 11h30 às 15h30; e de terça a sábado, das 19h às 22h30.
Endereço: Travessa Barão do Triunfo, 2590, Casa 64, entre Avenida Duque de Caxias e Av. Visconde de Inhaúma – Marco.
Contato: (91) 3228-2477.
Faixa de preço alta.

Santa Chicória
É um restaurante de comida contemporânea paraense. O lugar é para quem é admirador da alta gastronomia e está podendo gastar.
Funciona diariamente, das 12h às 15h e das 19h às 23h30.
Endereço: Avenida Senador Lemos, 565 – Umarizal.
Contato: (91) 3347-9899.
Faixa de preço alta.

Tacacá do Renato
É com certeza um dos melhores lugares para provar o tacacá, prato famoso da culinária paraense, feito com camarão, tucupi, jambu e goma de mandioca, mas também serve um delicioso vatapá e caruru.
Funciona diariamente, das 16h às 22h.
Endereço:Avenida Serzedelo Corrêa, 401 – Nazaré.
Contato:(91) 3351-2462.
Faixa de preço acessível.

Tomaz Culinária do Pará
Restaurante onde você pode encontrar pratos típicos paraenses, usando ingredientes da região para agradar a paladares de todo o Brasil. Há duas unidades:

Loja 1
Funciona diariamente, das 11h30 às 22h.
Endereço: – Avenida Visconde de Souza Franco, 996 – Reduto.

Loja 2
Funciona diariamente, das 11h30 às 22h.
Endereço: Avenida Rômulo Maiorana, 959 – Marco.
Contato: (91) 3353-9083.
Faixa de preço acessível.

 

Restaurantes tradicionais

Armazém Belém
Está presente nos shoppings Boulevard e Bosque Grão-Pará, com um cardápio excelente e variado, aberto até a hora de fechamento dos shoppings.
Contato: (91) 3345-3495.
Faixa de preço mediana.

Casa Mia
Localizado em um casarão antigo, opção com bom custo x benefício. Os pratos são individuais, porém bem servidos.
Funcionamento de domingo a quinta, das 11h30 às 22h, e sexta e sábado, das 11h30 à meia-noite.
Endereço: Travessa Quintino Bocaiúva, 696 – Reduto.
Contato:(91) 99159-9728.
Faixa de preço mediana.

Confraria Dom
Ambiente agradável com comida gostosa, bom atendimento e preço acessível. Todos os dias o almoço é servido em regime de self-service e funciona da seguinte maneira: você pode se servir a vontade no buffet, pagando somente o preço da proteína que é pedida a la carte. À noite, o restaurante, que é também um bar, oferece hambúrguer e pizza no cardápio e música ao vivo para os clientes.
Funciona todos os dias a partir das 10h.
Endereço: Travessa 3 de maio, 1736, bairro de São Brás.
Contato: 32496247 | 991837501 | 992060108
Faixa de preço: acessível.

Famiglia Sicilia
O melhor lugar para se comemorar um aniversário em Belém, os próprios garçons trarão a alegria para a comemoração, junto com o excelente jantar.
Funcionamento de segunda a sábado, das 18h às 23h, e aos domingos, das 12h às 14h.
Endereço: Avenida Conselheiro Furtado, 1420 – Nazaré.
Contato: (91) 4008-0001.
Faixa de preço alta.

Grand Cru Belém
É uma excelente pedida aos amantes de vinho, mas também para quem quer conhecer mais sobre o assunto. Sempre tem um sommelier para ajudar a harmonizar o jantar com a bebida.
Funcionamento de segunda a sábado, das 9h às 23h.
Endereço: Avenida Brás de Aguiar, 50 – Nazaré.
Contato: (91) 3212-7002.
Faixa de preço alta.

Privilége Restô
Serve comida contemporânea, tem adega de vinhos e bar de coquetéis, em um espaço sofisticado na área nobre da cidade.
Funciona de domingo a quinta, das 11h30 às 15h30, sexta e sábado, das 11h30 às 15h30 e das 19h à 0h30.
Endereço: Avenida Serzedelo Corrêa, 681 – Batista Campos.
Contato: (91) 3224-7222.
Faixa de preço alta.

Recanto Paraibano
Comida nordestina de qualidade no seio de Belém, o Recanto Paraibano oferece pratos a la carte e self-service num ambiente agradável, tranquilo ambientado com temas do sertão e cangaço.
Funciona todos os dias a partir das 11h. 
Endereço: Avenida João Paulo II, 467, bairro do Marco.
Contato: 32464769
Faixa de preço: mediana.

Roxy Bar
É um dos restaurantes mais conhecidos da cidade, seus pratos têm nomes de celebridades e a decoração segue o mesmo tema. Atualmente eles têm uma segunda unidade no shopping Bosque Grão-Pará (em bairro mais afastado do centro da cidade).
Funciona diariamente, das 19h15 às 23h30.
Endereço: Avenida Senador Lemos, 231 – Umarizal.
Contato: (91) 3224-4514.
Faixa de preço mediana.

The Premium Steaks
É para quem gosta de carne e cerveja em um espaço elegante.
Funciona diariamente, das 9h à meia-noite.
Endereço: Avenida Brás de Aguiar, 279 – Batista Campos.
Contato: (91) 98405-2880.
Faixa de preço alta.

Xícara da Silva
É um dos restaurantes mais charmosos de Belém, com um dos melhores cardápios. Os preços não são tão convidativos como a atmosfera do lugar, mas vale a pena experimentar as deliciosas pizzas de massa fininha. O restaurante também serve pratos com ingredientes locais e releituras de receitas tradicionais paraenses.
Funciona diariamente, das 18h à meia-noite.
Endereço: Avenida Visconde de Souza Franco, 978A – Reduto.
Contato: (91) 3241-0167.
Faixa de preço alta.

 

Sushis

K Sushi
É elegante e moderno, combinando com a cozinha sofisticada e elaborada.
Funcionamento de terça a quarta, das 19h às 23h30, quinta, das 12h às 15h30 e das 19h à meia-noite, sexta e sábado, das 12h às 15h30 e das 19h às 23h30, e domingo, das 12h às 15h30 e das 19h às 23h30.
Endereço: Rua Domingos Marreiros, 218 – Umarizal.
Contato: (91) 3199-8116.
Faixa de preço alta.

Kaori
Oferece sushis tradicionais e contemporâneos, apenas a la carte. O ambiente tem uma charmosa decoração oriental e fica próximo à Praça Batista Campos, uma das praças mais bonitas da cidade.
Funcionamento de segunda a sábado, das 12h às 14h30 e das 19h às 22h30.
Endereço: Avenida Serzedelo Corrêa, 880 – Nazaré.
Contato: (91) 3241-3444.
Faixa de preço mediana.

Katana
É um lugar para comer sushi ou temaki acompanhado de uma cerveja geladinha e uma roda de amigos.
Funciona diariamente, das 18h à meia-noite.
Endereço: Rua dos Pariquis, 1712 – Batista Campos.
Contato:(91) 2122-9109.
Faixa de preço mediana.

Sansei
É uma temakeria com ambiente moderno e bebidinhas interessantes para acompanhar os pedidos.
Funciona diariamente, das 18h à 0h30.
Endereço: Rua Domingos Marreiros, 455 – Umarizal.
Contato: (91) 3212-6063.
Faixa de preço mediana.

Sushi Boulevard
É a cadeia de sushi bar mais popular da cidade, com pontos em vários bairros, cardápio a la carte e rodízio.
Funciona diariamente, das 18h às 23h.
Consulte o site para encontrar o mais próximo.
Contato: (91) 99114-4848 (Unidade Pariquis) | (91) 2121-4463 (Unidade Senador Lemos) | (91) 99148-3854 (Unidade Duque).
Faixa de preço acessível.

Sushi Donshen
Tem a proposta de um rodízio em esteira, onde o próprio cliente se serve, além do a la carte.
Funciona diariamente, das 13h às 16h e das 18h às 23h.
Endereço: Rua Bernal do Couto, 36 – Umarizal.
Contato: (91) 3355-7701.
Faixa de preço mediana.

Sushi Ruy Barbosa
O mais badalado da cidade, mistura o sushi clássico com ingredientes e peixes regionais.
Funcionamento de segunda a quarta, das 18h à meia-noite, quinta e domingo, das 12h à meia-noite, e sexta e sábado, das 12h às 2h.
Endereço: Travessa Rui Barbosa, 1816 – Nazaré.
Contato: (91) 98249-8434 | (91) 3355-2255.
Faixa de preço alta.

  

Hamburguerias

Porpino Burger
É atualmente a hamburgueria mais conhecida da cidade, com um clima descontraído e diferenciado. Os sanduíches são muito bem servidos, com destaque para a batata canoa, que é deliciosa, os milk-shakes e os sucos (sugestão: Bloody Lemonade) que são especiais.
Funcionamento de segunda a quinta, das 17h à meia-noite, e de sexta a domingo, das 17h às 2h.
Endereços: Rua Cônego Jerônimo Pimentel, 242 – Umarizal, Shopping Boulevard e Parque Shopping.
Contato: (91) 3202-5900.
Faixa de preço alta.

The Burger Spot
É um lugar com ambiente aconchegante e descontraído. Os hambúrgueres são deliciosos! Destacamos também a batata crinkle (ondulada) servida com cheddar e bacon… é uma maravilha à parte! Lá abre tanto na hora do almoço quanto no jantar. Sempre há promoções que você pode acompanhar pelas redes sociais deles.
Funcionamento de segunda a sexta, das 12h às 15h, segunda a quinta-feira, das 18h às 23h e de sexta a domingo, das 18h à meia-noite.
Endereço: Travessa Quintino Bocaiúva, 1696 – Nazaré.
Contato: (91) 99148-6862.
Faixa de preço mediana.

Uata?!
É uma hamburgueria estilo BBB (bom, bonito e barato). Quem adora uns combos super em conta aqui é o seu lugar no mundo!
Funcionamento de domingo a quinta, das 18h à meia-noite,  sexta e sábado, das 18h à 1h.
Endereço: Antônio Barreto, 287 – Umarizal, próximo à Doca ou Avenida Três Corações, 5 – Coqueiro (Ananindeua). 
Contato: (91) 98971-6417.
Faixa de preço acessível.

 

Comida vegetariana

Govinda
É uma excelente opção vegetariana na cidade, bicampeão do “Melhor PF do Brasil”. Atendem apenas no almoço e lá também podem ser comprados cookies, doces e outros artigos vegetarianos/veganos.
Funcionamento de segunda a sábado, das 11h30 às 15h.
Endereço: Travessa Padre Prudêncio, 166 – Cidade Velha.
Contato: (91) 3222-2272.
Faixa de preço acessível.

Grão Culinária Saudável
É excelente para quem gosta de comida saudável com requinte, em um espaço aconchegante e bonito.
Funcionamento de segunda a sábado, das 11h30 às 15h30 e das 17h às 22h15, domingo, das 11h30 às 16h.
Endereço: Travessa Dom Pedro I, 546 – Umarizal.
Contato: (91) 3222-6056.
Faixa de preço mediana.

Mango
É uma ótima opção de comida saudável e acessível em Belém, num espaço com decoração alegre e convidativa.
Funcionamento de segunda a sábado, das 11h30 às 16h e das 18h às 22h, e domingo, das 11h30 às 16h.
Endereço: Avenida Brás de Aguiar, 593 – Nazaré.
Contato: (91) 3199-2731.
Faixa de preço mediana.

Santa Orgânica
É especializado em comida saudável e funcional num espaço acolhedor. O restaurante tem ótimas opções de comida sem glúten, além de pratos veganos e vegetarianos. Os ingredientes são na sua maioria orgânicos, inclusive as cervejas e os vinhos da casa.
Funcionamento de terça a domingo, das 12h às 15h, e das 19h às 23h.
Endereço: Avenida Gentil Bittencourt, 1575 – Batista Campos.
Contato: (91) 2121-6222.
Faixa de preço mediana.

 

Cozinha internacional

Empório Kosher
É uma opção para quem aprecia a culinária judaica. Nos dias da semana, também servem pratos executivos.
Funcionamento de segunda a quinta, das 9h às 22h, sexta, das 9h às 16h, e domingo, das 11h às 15h e das 18h às 22h.
Endereço: Avenida Serzedelo Corrêa, 890 – Nazaré.
Contato: (91) 3223-9049.
Faixa de preço mediana.

La Traviata
É para quem gosta de comida italiana. O restaurante tem ótimas opções de pizzas e massas, uma boa carta de vinhos e ambiente acolhedor.
Funcionamento de terça a domingo, das 11h às 15h e das 19h à meia-noite.
Endereço: Avenida Visconde de Souza Franco, 1454 – Nazaré.
Contato: (91) 3241-3337.
Faixa de preço alta.

Sorveterias

Cairu
É a sorveteria mais tradicional da cidade. Reconhecida nacionalmente pela variedade e qualidade de seus produtos. É praticamente obrigatória para quem vem a Belém, está presente em todos os shoppings e em vários pontos espalhados pela cidade.
O funcionamento e localização delas estão no site, é só procurar a mais próxima.
Faixa de preço mediana.

Sorveteria Santa Clara
É um espaço novo e muito charmoso na cidade, com sorvetes artesanais elaborados e lanches.
Funciona diariamente, das 13h às 23h.
Endereço: Avenida Almirante Wandenkolk, 682 – Umarizal.
Contato: (96) 3222-0578.
Faixa de preço alta.

Cafés

Amazon Deli Coffee Shop
É um cafezinho encantador com várias opções de lanche para acompanhar.
Funcionamento de segunda a quinta, das 12h às 19h30, sexta e sábado, das 9h às 19h30, e domingo, das 8h às 12h.
Endereço: Avenida Brás de Aguiar, 400 – Nazaré.
Faixa de preço mediana.

Chez Nous
É um dos cafés mais charmosos da cidade, mas também bastante disputado.
Funcionamento de segunda a sábado, das 15h às 20h30.
Endereço: Rua Cônego Jerônimo Pimentel, 188 – Umarizal.
Contato:(91) 3038-0386.
Faixa de preço mediana.

 

Lanches populares

HABIB´S
Se quiser se deliciar com as tradicionais esfihas do Habib´s ou com seus sanduíches e pratos árabes, pode ir ao Habib´s ou pedir delivery. O ambiente é simples e agradável e recebe também grandes grupos. Fica pertinho da Basílica de Nazaré.
Funciona diariamente, das 11h à meia-noite.
Endereço: Praça Justo Chermont, 12 – Nazaré.
Contato: (91) 3281-3300.
Faixa de preço acessível.

Pug Pizza
Serve pizzas estilo Napoli, com recheios artesanais e borda generosa. O lugar é bem charmoso e aconchegante. Assim como as pizzas de Napoli, aqui elas são servidas individualmente.
Funcionamento de terça a domingo, das 18h à meia-noite.
Endereço: Avenida Brás de Aguiar, 288 – Nazaré.
Contato:(91) 99216-3637.
Faixa de preço mediana.

Shopping Boulevard e Shopping Pátio Belém
Se quiser ir para um lugar com várias opções rápidas, com fast food(MC Donald´s, Burguer King, Subway etc.), e restaurantes descolados como o Engenho do Dedé (Boulevard), Belém Bistrô (Boulevard) e Pommed´or (Pátio Belém), você pode ir para um dos shoppings centrais da cidade.
Funcionam diariamente, das 10h às 22h.

Boulevard Shopping: Avenida Visconde de Souza Franco, 776 – Reduto.
Contato: (91) 3299-0500.

Shopping Pátio Belém: Travessa Padre Eutíquio, 1078 – Batista Campos.
Contato: (91) 4008-5800.

Faixa de preço acessível.

Bares

Bar do Parque
É um clássico da cidade, local da boemia, da música e da poesia. A construção é herança da Belle Époque Amazônica no estilo Art Nouveau. Bar ao ar livre, localizado na Praça da República, próximo ao Theatro da Paz, foi reinaugurado recentemente após passar por reforma, mudando um pouco seu caráter popular original.
Funcionamento terça, das 16h à meia-noite, quarta, quinta e domingo, das 7h à meia-noite, sexta e sábado, das 7h às 2h.
Endereço: Praça da República – Campina.
Contato: (91) 3212-1846.
Faixa de preço mediana.

Boteco do Gugu
Para comer aquele peixe frito e escutar boa música não tem outro! Se topar essa sugestão, não esquece de pedir também os famosos bolinhos com massa de batata doce e recheio de charque! O espaço é pequeno e simples, mas bem aconchegante. Toda quinta tem música e gente reunida. Não estranhe se estiver lotado, pois parte da cidade vai ao local pela comida caseira, chopp gelado e o precinho camarada.
Funcionamento de quarta a sexta, das 17h às 23h, sábado, das 10h às 18h, e domingo, das 10h às 15h.
Endereço: Rua dos Pariquis, 3184 – Cremação.
Contato: (91) 3269-6024.
Faixa de preço acessível.

Lanche do Sírio
Tem a melhor esfirra aberta da cidade.
Funcionamento de segunda a quinta, das 17h à meia-noite, sexta e sábado das 17h à 1h.
Endereço: Rua Bernal do Couto, 131-157 – Umarizal.
Contato: (91) 98208-4222.
Faixa de preço acessível.

Na Maré
É um bar e restaurante que fica na Cidade Velha, à beira do rio. Serve pratos de mariscos e peixes frescos. Para acompanhar, aquela cerveja geladinha. Se quiser esticar o almoço, o pôr-do-sol de lá é incrível.
Funcionamento de sexta a domingo, das 11h às 21h.
Endereço: Rua São Boaventura, 112 – Cidade Velha.
Contato: (91) 98043-9186.
Faixa de preço mediana.

Portinha
É uma lanchonete disputada de Belém. O local não tem placa. Fica numa apertada ruela da Cidade Velha. Apenas uma mesa e três cadeiras estão disponíveis, mas isso não afasta os admiradores do local. Os salgados são receitas exclusivas, que misturam ingredientes regionais e de primeira qualidade, servidos sempre quentinhos.
Funcionamento de sexta a domingo, das 17h às 22h.
Endereço: Rua Doutor Malcher, 436 – Cidade Velha.
Contato: (91) 99115-2222.
Faixa de preço acessível.

Restaurante do Rubão
É um buteco/restaurante famoso, com excelentes opções regionais e com pratos premiados várias vezes em diferentes concursos. No cardápio, é possível ver opções como: caranguejo desfiado, feijoada, isca de carne, camarão, peixe, entre outros. Não são tantas opções, mas o tempero é caseiro e a experiência vale! O espaço é pequeno, por isso, chegue cedo!
Funcionamento de sábado a domingo, das 20h à meia-noite, mas ligue sempre antes de ir!
Endereço: Travessa Gurupá, 312 – Cidade Velha.
Contato: (91) 9122-4232.
Faixa de preço acessível.

Veropinha
Foi inaugurado recentemente e o bar faz sucesso por seus petiscos diferentes (bolinho de banana, carne seca e bacon, uma delícia!) e drinks exóticos, mas não deixa de lado o bom e velho chopp bem gelado. O ambiente lembra um boteco tradicional e a música é animada.
Funcionamento de terça a sexta, das 18h à 1h, sábado, das 11h à 1h, e domingo, das 11h à 18h.
Endereço: Rua dos Mundurucus, 1728 – Guamá.
Faixa de preço mediana.

Você não vai resistir conhecer um pouco de Belém no tempo livro do evento, mas se preferir ficar no hotel, o ifood também salva com opções que vão desde a comida regional até a cozinha internacional

 
 

Belém possui diversos cartões-postais. Visitá-los chega a ser obrigatório para quem deseja sentir de perto a cultura e a história da cidade. Para se divertir, há opções de pontos turísticos famosos, museus, espaços culturais e gastronômicos, entre outros.

Confira tudo em nosso guia:

Pontos turísticos

Basílica de Nazaré
Um dos principais patrimônios históricos, culturais e religiosos de Belém, erguida no local onde, reza a tradição, foi encontrada, pelo caboclo Plácido, a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, dando início à devoção que hoje se manifesta no Círio de Nazaré, a maior procissão do mundo com mais de 2 milhões de peregrinos.
Funciona diariamente (consultar horários e programações no site).
Endereço: Avenida Nazaré, 1300 – Nazaré.
Contato: (91) 4009-8400 | (91) 4009-8440 | (91) 4009-8407.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Centro Histórico
Abriga casarões de arquitetura europeia, igrejas e galerias de arte, é um ponto turístico muito significativo.
Funciona diariamente.
Endereço: Bairros da Cidade Velha e Campina.
Faixa de preço acessível.

Cine Olympia
O mais antigo cinema de rua do Brasil ainda em pleno funcionamento, dedicado à exibição de mostras do circuito não comercial.
Funciona diariamente (consultar horário das programações na bilheteria).
Endereço: Avenida Presidente Vargas, 918 – Campina.
Contato: (91) 3230-5380.
Faixa de preço acessível.

Complexo Feliz Lusitânia
Berço onde nasceu a cidade de Belém, local no qual estão reunidos alguns de seus principais pontos turísticos, como o Forte do Castelo, a praça Dom Frei Caetano Brandão, a Casa das 11 Janelas, a Igreja de Sandro Alexandre, onde funciona o Museu de Arte Sacra e a Catedral Metropolitana de Belém.
Funcionamento de terça a domingo, das 10h às 20h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, 117 – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8828.
Faixa de preço acessível.

Estação das Docas
É um dos passeios clássicos de Belém. Não à toa está sempre movimentado de turistas e visitantes locais. É bastante procurado por quem quer jantar, tomar um sorvete, beber uma cerveja de produção local com os amigos ou simplesmente admirar a Baía do Guajará. E ainda fica do ladinho do Ver-o-Peso, cartão postal de Belém.
Funciona diariamente, das 8h às 2h.
Endereço: Avenida Boulevard. Castilhos França, s/n – Campina.
Contato: (91) 3212-5525.
Faixa de preço alta.

Forte do Presépio
Abriga uma exposição permanente com itens da cultura material de populações indígenas que aqui habitavam antes e durante o período colonial. Também é conhecido como Forte do Castelo.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado e domingo, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8678.
Faixa de preço acessível.

Mercado do Ver-o-Peso
É uma das maiores feiras livres da América Latina, eternizada em vários programas de televisão, parada obrigatória para conhecer as simpatias feitas pelas erveiras, as frutas da Amazônia e quem sabe comer o famoso peixe frito ou conhecer o Mercado de Ferro, com sua estrutura metálica em Art Nouveautrazida dos Estados Unidos e da Inglaterra graças ao dinheiro da borracha no século XIX.
Funciona diariamente, das 7h às 18h.
Endereço: Avenida Boulevard Castilho França, s/n – Cidade Velha.
Faixa de preço acessível.

Museu de Arte Contemporânea Espaço Cultural Casa das Onze Janelas
Museu dedicado a exposições de arte contemporânea. Possui várias coleções de arte moderna, contemporânea e fotografia de artistas locais e nacionais.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado e domingo, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8695.
Faixa de preço acessível.

Theatro da Paz
Uma joia remanescente do ciclo de ouro da borracha, onde cantaram várias das maiores sopranos europeias do século XIX e foram encenadas as principais óperas. Um passeio guiado e erudito por essa obra arquitetônica inspirada no Teatro Scalla de Milão (Itália) vai ensinar muito sobre a história da cidade. Fique ligado no nosso site que divulgaremos a programação do Theatro da Paz no período do evento!
Funcionamento de terça a sexta, das 9h às 18h, sábado das 9h às 12h, e domingo das 9h às 11h.
Endereço: Rua da Paz, s/n – Praça da República.
Contato: (91) 4009-8750.
Faixa de preço acessível.

Contato com a natureza

Bosque Rodrigues Alves
É um pedaço de floresta nativa dentro da cidade, uma área de preservação ambiental no bairro do Marco. O espaço foi inaugurado em 1883 e atualmente abriga mais de 80 mil espécies de flora e fauna, com média de 20 mil visitantes por mês. A entrada tem um preço simbólico.
Funcionamento de terça a domingo, das 8h às 16h.
Endereço: Avenida Almirante Barroso, 2305 – Marco.
Contato: (91) 3277-1112.
Faixa de preço acessível.

Mangal das Garças
É um dos passeios mais bonitos a se fazer na cidade. Localizado no bairro da Cidade Velha, o Mangal conta com vários espaços de visitação como o borboletário (se tiver sorte, as borboletas pousam na sua mão, rendendo as melhores fotos de Instagram da viagem), a fauna livre, com vários pássaros e iguanas. Do mirante, se pode ver boa parte da cidade e uma ponte leva até a beira do rio, da qual se pode ver o mangue original que cobria toda a orla da cidade. É lá também que se encontra o famoso restaurante Manjar das Garças e um pequeno museu sobre história da navegação.
Funcionamento de segunda a domingo, das 9h às 18h.
Endereço: Rua Carneiro da Rocha, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 3242-5052.
Faixa de preço mediana/acessível (entrar no Mangal é de graça, mas as atrações são pagas e o restaurante tem preço próprio).

Orla de Icoaraci
Fica no distrito de Icoaraci (“De frente para Sol”, em Tupi), afastado do centro, mas uma ótima opção para ver o rio e comer peixe nas barracas. Tem uma vista magnífica da Baía do Guajará. É um local turístico que reúne pessoas que buscam lazer, conversar e socializar, principalmente nos finais de semana. Outro atrativo dessa orla é a feira de artesanatos, onde são vendidos os tradicionais objetos de cerâmica marajoara, produzidos pelos mestres locais e exportados para todo o Brasil. Vale a pena conhecer!
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Rua Siqueira Mendes – Cruzeiro (Icoaraci).
Faixa de preço mediana/acessível (a orla possui restaurantes e artesanatos de diferentes custos).

Parque Estadual do Utinga
Foi criado em 3 de maio de 1993. Com 1.353 hectares, o Parque Estadual do Utinga é uma unidade de conservação ambiental. Possui lagos encantadores, pássaros e uma rica biodiversidade, itens que atraem visitantes e pesquisadores. Recentemente reformado, o Parque tem um belo pórtico na entrada, dois lagos que abastecem a cidade, um espaço de acolhimento e área ecológica que retrata o ecossistema amazônico. Alugue uma bicicleta, prepare a roupa de exercício e programe-se para um turismo ecológico! É excelente para quem quer se exercitar, só não esqueça da garrafinha de água, pois o calor ali não é brincadeira.
Funciona diariamente (exceto terça), das 6h às 17h.
Endereço: Avenida João Paulo II, s/n – Souza.
Contato:(91) 3342-2630.
Faixa de preço acessível.

Portal da Amazônia
Foi inaugurado em 2012, um espaço que promove lazer e tranquilidade para aqueles que pretendem realizar uma atividade física ao ar livre, apreciar uma bela vista do pôr do sol, passear. Com cerca de 1,5 mil metros de área de lazer com um corredor na orla do Rio Guamá, o espaço situa-se entre as ruas Veiga Cabral e Mundurucus, no bairro do Jurunas, na capital paraense. O local foi escolhido para receber o monumento “Ímpeto”, uma das 22 obras do Prêmio Arte Monumento Brasil 2016, do Ministério da Cultura do Governo Federal. Confira lá!
Funciona diariamente, aberto o dia todo.
Endereço: Portal da Amazônia, s/n – Jurunas.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Ver-o-Rio
Fica na orla de Belém e é uma ótima opção para curtir a brisa à beira da Baía do Guajará. No fim da tarde, aproveite para provar as tapiocas bem recheadas servidas no calçadão. Aos sábados pela manhã, alguns grupos de canoagem de Belém se reúnem lá para remar na orla, ótima opção para quem curte esportes aquáticos.
Funciona diariamente, aberto o dia todo.
Endereço: AvenidaMarechalHermes, 1374 – Umarizal.
Faixa de preço acessível.

Belezas naturais

Distrito de Mosqueiro
Ilha fluvial e distrito de Belém, distante cerca de 70 Km do centro da capital (1h-1h30 de carro ou ônibus). Com praias de água doce tão extensas que chegam a parecer o mar. Local ideal para desfrutar de uma “tapioquinha” ao fim da tarde, depois de um bom banho de rio.
Como chegar: É preciso sair da cidade pela rodovia BR-316 e passar pelos municípios de Ananindeua e Marituba. Chegando em Benevides, o veranista faz um desvio para pegar a rodovia estadual PA-391, cruzando Santa Bárbara até a ponte de Mosqueiro. Da ponte até o centro do distrito são 20 Km pelas Rodovia Augusto Meira Filho e Avenida 16 de novembro, que leva até a praia do Chapéu Virado.

Ilha do Combu
Um local aconchegante, cheio de encantos e belezas naturais, fica situada às margens do Rio Guamá, sendo uma das dezenas de ilhas catalogadas pela Companhia de Desenvolvimento de Belém. É a quarta maior ilha no município, em espaço territorial, e tem exuberantes paisagens com fauna e flora diversificadas. É uma excelente opção para aproveitar um dia de sol, tomar um banho de rio, aventurar-se nas trilhas ecológicas e saborear os pratos regionais.
Como chegar: A travessia de Belém até a Ilha do Combu dura aproximadamente 15 minutos e é feita através de embarcações que saem da Praça Princesa Isabel, localizada no bairro Condor. Do outro lado tem vários restaurantes, o Kakury é uma opção, mas se estiver cheio os barqueiros indicam algum outro.

Museus

Espaço São José Liberto
O antigo presídio São José teve seu espaço renovado e abriga hoje o Pólo Joalheiro, onde é possível conhecer o Museu de Gemas, passear e comprar artesanato e joias feitas por designers locais, a partir de sementes, gemas e pedras preciosas.
Funcionamento de terça a sábado, das 9h às 18h, domingos e feriados, das 10h às 16h.
Endereço: Praça Amazonas, s/n – Jurunas.
Contato:(91) 3344-3500.
Faixa de preço acessível.

Museu de Arte Sacra de Belém
É um dos mais bonitos do país e conta com um belo acervo de Arte Sacra do século 17 ao século 20.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábados, domingos e feriados, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8664.
Faixa de preço acessível.

Museu do Círio
É dedicado à maior celebração religiosa local, ótimo para quem estuda sobre religiões ou apenas tem curiosidade sobre o Círio.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado, domingo e feriados, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8669.
Faixa de preço acessível.

Museu do Estado do Pará (MEP)
Um dos prédios históricos mais visitados em Belém é o MEP. Erguido no século 18, pelo arquiteto italiano Antonio Landi, situa-se no Palácio Lauro Sodré, no bairro da Cidade Velha. Esse monumento já foi residência de governadores e guarda mistérios em suas relíquias. Nesse Museu, há exposições artístico-culturais e possui um acervo composto por telas, mobiliários, fotografias, entre outros bens preciosos da história do Pará.
Funcionamento de terça a sexta, das 10h às 17h, sábado, domingo e feriados, das 9h às 13h.
Endereço: Praça Dom Pedro II, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8513.
Faixa de preço acessível.

Museu Paraense Emílio Goeldi
Uma das instituições científicas mais importantes do Brasil e até mesmo do mundo, fundada em 1866 em plena Amazônia, focando seus estudos nos aspectos naturais e socioculturais dessa região, bem como divulgando o conhecimento aqui produzido. Um de seus espaços é o Parque Zoobotânico, situado no centro urbano de Belém, abrigando uma mostra significativa da flora e da fauna amazônicas. Aberto à visitação.
Funcionamento de terça a domingo, das 9h às 17h.
Endereço: Avenida Governador Magalhães Barata, 376 – São Brás.
Contato: (91) 3182-3200.
Faixa de preço acessível.

Igrejas

Catedral Metropolitana de Belém (Igreja da Sé)
Um espaço acolhedor, cheio de histórias de fé e com estilo barroco, a Igreja da Sé ou Catedral Metropolitana de Belém teve sua pedra fundamental lançada em 1748, mas foi no ano seguinte que se iniciou sua construção. Em 1755, houve sua inauguração oficial e solene. Ao longo do ano a igreja realiza várias celebrações litúrgicas. Já no segundo domingo de outubro, recebe centenas de católicos para a tradicional missa do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Essa igreja fica localizada próximo à Casa das 11 janelas, é sede da Arquidiocese de Belém e integra o complexo histórico e religioso do bairro da Cidade Velha.
Funciona diariamente (consultar horário das missas no site).
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 2121-3724.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Igreja de Nossa Senhora das Mercês
Patrimônio da arquitetura paraense que chama a atenção daqueles que passam pelo Centro Comercial de Belém. Situada no complexo do bairro da Campina, sua construção iniciou em 1640, ainda de taipa e pilão, mas, em 1753, foi projetado um novo templo pelo arquiteto Antonio Landi, resultando em uma igreja com traços arquitetônicos do período colonial. É integrada ao antigo convento dos Mercedários, construção histórica recentemente cedida à Universidade Federal do Pará para restauro e funcionamento dos cursos de graduação e pós-graduação em Conservação e Restauro, além de um complexo cultural com cafeteria e livraria.
A Igreja funciona diariamente (consultar horários de missas e adoração no site).
Endereço: Travessa Frutuoso Guimarães, 31 – Campina.
Contato: (91) 3212-3102.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Igreja de Santo Alexandre
Situada no complexo arquitetônico e turístico da Cidade Velha, em Belém do Pará, a Igreja de Santo Alexandre localiza-se no antigo Palácio Episcopal, integrada ao Museu de Arte Sacra. Construída pelos padres jesuítas com participação da população indígena, no final do século 17 para o século 18, o local era denominado Igreja de São Francisco Xavier. Com mais de 400 peças, que inclui pinturas e objetos sacros antigos, a Igreja de Santo Alexandre tem belas características arquitetônicas do estilo Barroco. Na entrada, tem a presença de quadros da Via Sacra, que representam toda a vida de Jesus Cristo até a morte, e uma grande sacristia ao lado da capela central.
Funciona de terça a sexta, das 10h às 18h, sábado e domingo, das 10h às 14h.
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão s/n – Cidade Velha.
Contato: (91) 4009-8802.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Praças

Praça Batista Campos
Fundada no século 19, era denominada “Largo da Salvaterra”, depois “Praça Sergipe” e, em 1897, durante o governo de Antônio Lemos, recebeu o nome de Batista Campos em homenagem a um dos principais personagens da Cabanagem. Lugar que transmite tranquilidade em meio ao trânsito de Belém, a praça Batista Campos é arborizada, possui lagos atravessados por pontes de madeiras e um chafariz, que recebem decoração temática ao longo do ano, o que ressalta ainda mais a beleza do local. O ambiente e a segurança proporcionam a movimentação diariamente. A praça foi tombada pelo município em 1983 e, em 2005, foi eleita a mais bonita do Brasil pelo “Prêmio 100 mais”. Essa praça é o point para quem quer tomar aquela água de coco e curtir o visual natural do lugar, cartão postal de Belém. Também é boa para caminhadas e corridas.
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Travessa Padre Eutíquio, s/n – Batista Campos.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Praça Brasil
Ótima para caminhar! Prove lá o famoso guaraná da Amazônia, que parece um milkshake feito de ingredientes locais, como guaraná em pó e castanha. A praça é agradável e, no fim da tarde, fica bem movimentada.
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Travessa Dom Pedro I, 469 – Umarizal.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Praça da República
Fica em meio à tradicional Avenida Presidente Vargas, no bairro da Campina, na capital paraense. Foi construída no final do século 19 e início do século 20, em homenagem à proclamação da República. Antes de ser praça, o local já foi um cemitério para escravos e pessoas pobres, depois foi transformado em um depósito de pólvora. Nessa praça, há lindos monumentos arquitetônicos, o lendário Bar do Parque (recentemente reinaugurado), o belo Theatro da Paz, coretos e mangueiras centenárias. Faça um passeio por lá na manhã de domingo, quando a praça fica lotada de barraquinhas de comida e feirinha de artesanato ao ar livre. Também são aos domingos que a praça recebe feira de adoção de animais e apresentação de grupos musicais e artísticos. A dica é levar algum tecido, canga ou toalha para sentar na grama e curtir o clima da praça. Quem ficar hospedado no nosso hotel oficial, Hotel Princesa Louçã, basta atravessar a rua para desfrutar desse passeio.
Funciona diariamente, aberta o dia todo.
Endereço: Avenida Presidente Vargas, s/n – Campina.
Faixa de preço acessível (entrada gratuita).

Projetos Culturais

Roteiros Geoturísticos
Projeto de Extensão criado em 2011 pelo Grupo de Pesquisa de Geografia e Turismo (GGEOTUR) da Universidade Federal do Pará, que realiza visitas guiadas ao Centro Histórico de Belém com o objetivo de valorizar a memória social, espacial, patrimonial, material e imaterial da cidade. Também já promoveu visitas em outros municípios paraenses. Confira as programações dos roteiros pelas redes sociais do Projeto.
Contato: roteirosgeoturisticos@gmail.com

Projeto Circular
O Projeto busca revalorizar o Centro Histórico de Belém a partir da promoção de atividades culturais e educativas que fomentam a circulação em espaços públicos dos bairros que deram origem à cidade. Acompanhe as programações pelo site do Projeto.

Núcleo de Conexões Ná Figueiredo
Espaço descontraído, com a proposta de reunir moda, música, arte, criatividade e coletividade, dando visibilidade às expressões culturais amazônicas. Oferece oficinas, bate-papo, mostras culturais e tem um Café-Bar imperdível. Siga o Núcleo nas redes sociais para conferir as programações.
Funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 22h.
Endereço: Avenida Gentil Bittencourt, 449 – Nazaré.

Vida noturna

Açaí Biruta
Só Biruta para os íntimos, é uma casa noturna badalada de Belém, com um espaço bonito, alegre e energia contagiante para quem gosta de dançar. Basta acompanhar as redes sociais para saber da programação. Fica localizado na primeira rua da cidade!
Funcionamento na sexta, das 23h às 5h, e domingo, das 17h à meia-noite.
Endereço: Rua Siqueira Mendes, 186-314 – Cidade Velha.
Contato: (91) 99138-0909 | 98156-0506.
Faixa de preço alta.

Amazon Beer
É um bar e restaurante famoso por suas cervejas artesanais feitas com ingredientes da região, como açaí, bacuri e taperebá. No fim da tarde, o local fica lotado por seu happy hour disputadíssimo.
Funcionamento de segunda a quinta, das 17h à meia-noite, sexta, das 17h às 2h, sábado, das 12h às 2h, e domingo, das 12h à meia-noite.
Endereço: Estação das Docas, Rua Boulevard Castilhos França, s/n – Campina.
Contato: (91) 3212-5400.
Faixa de preço alta.

Apoena
É um espaço cultural com ambientação rústica, música regional e pratos tipicamente paraenses. Lugar de encontro para dançar aquele carimbó, marcar um almoço ou tomar o famoso Caldo de Tucupi! O espaço abre de quarta a domingo, mas as “quartas são tropikais no Apoena”. Nesse dia, o happy hour inicia às 16h com música mecânica, descontos em cervejas, drinks, petiscos; depois tem seleção de bregas marcantes, guitarradas e merengues, além de 30 minutos de open bar de Draft Sound, das 21h30h às 22h! Os ingressos são R$7.
Funcionamento na terça, das 11h às 15h, quarta e quinta das 11h à 0h40, sexta e sábado, das 11h às 2h30, e domingo, das 11h às 18h (quando tem apresentação de eventos culturais aos domingos, o restaurante funciona até 23h).
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 450 (altos) – Fátima.
Contato: (91) 98213-6071.
Faixa de preço mediana/acessível.

Baron Club
É um bar/boate com festas em sua maioria voltadas ao público LGBTQI+, a programação é animada todo fim de semana, basta acompanhar as redes sociais para saber.
Funcionamento de sexta a sábado, das 22h às 4h.
Endereço: Avenida Nazaré, 579 – Nazaré.
Contato: (91) 98149-7377.
Faixa de preço mediana.

Black Dog
É para quem curte ouvir um rock ou R&B tomando cerveja e comendo um petisco. O lugar é pequeno, então é bom chegar cedo se quiser pegar mesa.
Funcionamento de terça a quinta, das 18h à 1h, e sexta e sábado, das 18h às 4h.
Endereço: Rua Bernal do Couto, 791 – Umarizal.
Contato: (91) 3199-2335.
Faixa de preço mediana/alta.

Café com Arte
É um dos bares/pubs mais famosos da cidade, conhecido por ser lugar favorito para festas de todos os públicos. O preço varia de acordo com a festa, então é importante estar atento às redes sociais.
Funcionamento terça e quarta, das 17h às 23h45, quinta, das 17h à 1h, sexta, das 17h às 2h, e sábado, das 18h às 4h.
Endereço: Avenida Rui Barbosa, 1437 – Nazaré.
Contato: (91) 3224-8630.
Faixa de preço mediana.

Coisas de Negro
Espaço cultural excelente para quem gosta de um rolê alternativo, regado a cerveja, muito carimbó e resistência. Ele fica no distrito de Icoaraci, então é bom saber que vai demorar um pouco para chegar. Basta acompanhar as redes sociais para saber da programação.
Funcionamento na sexta e domingo, das 18h à 0h30 e sábado, das 18h às 3h30.
Endereço: Avenida Doutor Lopo de Castro, 1081 – Icoaraci.
Contato: (91) 3247-8702.
Faixa de preço acessível.

De Bubuia
É um Boteco/Galeria. Lá rola muito rock e muita dança, artes visuais, grafite e é um excelente ponto de encontro! A farofinha e a feijoada são divinas e o chopp super gelado!
Funcionamento de terça a quarta, das 19h às 2h, quinta e sexta, das 19h às 4h, sábado, das 12h às 3h, e domingo, das 17h à 1h.
Endereço: Rua Rodrigues dos Santos, 210 – Cidade Velha.
Contato: (91) 99837-4550.
Faixa de preço mediana.

Dois Irmãos
Simples e acolhedor. Localizado no bairro da Cidade Velha, o espaço serve uma das melhores comidas de buteco de Belém. E olha que lá tem desde espetinho de carne, bolinhos de castanha, molho de jambu, e até prato de peixe premiado pelo concurso “Comida de Buteco”.
Funcionamento de segunda a quinta, das 18h à meia-noite, sexta, das 18h à 1h, sábado, das 10h à 1h e domingo das 10h às 16h.
Endereço: Rua Triunvirato, 280, esquina da Travessa Monte Alegre – Cidade Velha.
Contato: (91) 98032-7474.
Faixa de preço acessível.

Fandom Pub
É para os geeks que amam séries, mas não dispensam uma cervejinha. Cuidado com a parede de spoilers, olhe para ela por sua própria conta e risco!
Funcionamento de terça a quinta, das 19h às 2h, sexta e sábado, das 19h às 4h.
Endereço: Rua Bernal do Couto, 456 – Umarizal.
Contato: (91) 98428-6671.
Faixa de preço mediana/alta.

Lambateria
É para quem estiver a fim de conhecer nossa mistura de lambada retrô, ao som de batuques, guitarras e um pouco de brega. O nome da festa já dá spoilers do que esperar por lá, então prepara tua roupa mais leve para swingar a música latino-amazônica no Pará. As apresentações são regionais e além de música, a festa também tem espaço para exposição de artistas visuais. Nos telões da casa, são expostos trabalhos de artistas locais e exibidos clipes de músicos paraenses. Na entrada da festa são ofertados produtos culturais. Se quiser opções de lembranças dos ritmos da cidade, lá encontrará CDs, DVDs e camisas dos artistas que se apresentam no espaço.
Funcionamento na quinta, a partir das 19h.
Endereço: Ouriço Arte e Bar (Rua Gaspar Viana, 9, na Praça das Mercês – Campina).
Contato: (91) 98883-5125.
Faixa de preço entre mediana.

Lamusique
É uma casa noturna famosa na cidade, boa para quem gosta de dançar um sertanejo ou conhecer um ritmo mais latino com festa da Lambateria às quintas. Basta acompanhar as redes sociais para saber da programação.
Funcionamento na quarta, das 23h às 4h, quinta, das 22h às 4h, sexta e sábado, das 23h às 5h.
Endereço: Rua Municipalidade, 488 – Reduto.
Contato: (91) 98207-8001.
Faixa de preço entre mediana alta.

Meu Garoto
Tem uma variedade de chopps geladinhos, licores, petiscos e caldos. E é nesse lugar, entre as ruas estreitas do centro de Belém, que você vai experimentar a verdadeira cachaça de Jambu, hoje exportada para outros lugares do Brasil e do mundo!  O espaço é pequeno, alguns pontos refrigerados e o atendimento é feito no Balcão.
Funcionamento de segunda a sábado, das 9h às 23h.
Endereço: Rua Senador Manoel Barata, 928 – Campina.
Contato: (91) 3222-9985.
Endereço: Avenida Senador Lemos, 641 – Umarizal.
Contato: (91) 98195-0279.
Faixa de preço mediana.

Mormaço
É um dos bares mais famosos de Belém. Fica à beira do rio, o que proporciona aos visitantes uma bela vista. No almoço você pode comer peixe frito com açaí, mas é no fim da tarde/noite que o bar lota de pessoas que vão para dançar e se divertir. Toca reggae, brega e tecnobrega.
Funcionamento de sexta a sábado, das 21h às 5h, e domingo, das 11h às 23h.
Endereço: Rua Carneiro da Rocha, 1 – Cidade Velha.
Contato: (91) 98043-7275.
Faixa de preço mediana.

Ouriço Arte e Bar
Localizado no centro histórico de Belém, o Ouriço congrega dois ambientes diferentes e público bastante diverso. No espaço aberto, as pessoas podem conversar sentadas à mesas enquanto saboreiam cervejas populares. No espaço fechado, chamado de “Inferninho”, é possível degustar drinks e cervejas enquanto toca funk, música eletrônica, brega, sertanejo, entre outros estilos musicais. Quem estiver procurando uma opção mais barata sem se importar em comer ou beber em pé, também é possível tomar o famoso copão de cerveja (500 ml), acompanhado por um espetinho de carne, ou por comidas típicas do estado como tacacá ou maniçoba, que são vendidos por ambulantes na praças das Mercês enquanto o bar funciona.
Funcionamento: às quintas de 19h até 3h. E sexta e sábado de 19h até 4h.
Endereço: Rua Gaspar Viana, 9, na Praça das Mercês – Campina
Contato: 981215889
Faixa de preço acessível.

Studio Pub
É um bar que sempre toca música ao vivo. No comando da casa estão as bandas cover. Às sextas rola o open mic, diversão garantida para quem curte karaokê e não tem vergonha de pagar aquele mico.
Funcionamento de terça a quarta, das 18h à meia-noite, quinta e sexta, das 18h às 4h, sábado, das 19h às 4h e domingo, das 18h à meia-noite.
Endereço: Rua Presidente Pernambuco, 277 – Batista Campos.
Contato: (91) 3230-2475.
Faixa de preço mediana.

Vila Container e Galeria Azimute
É um espaço que mesmo recente em Belém, já faz sucesso entre os belenenses. O local acolhe vários restaurantes, uma agência de publicidade, um escritório de arquitetura, uma lojinha e uma pequena galeria de arte. Toda semana há festas embaladas por DJ´s ou música ao vivo. Ah, a reutilização dos containers para alojar os restaurantes chama a atenção.
Funcionamento de terça a domingo, das 17h às 23h30.
Endereço: Avenida Governador Magalhães Barata, 52 – São Brás.
Faixa de preço alta/mediana.

Para se exercitar

Se a sua vibe são os esportes e a vida fitness não se preocupe, há várias academias em Belém, como as cadeias Smart fitBio Ritmo e Bodytech, sem contar as academias locais que também são excelentes. Se você é da galera do Crossfit é só dar uma olhada no Crossfit map e encontrar uma afiliada próxima do seu hotel.

Para quem curte algo mais ao ar livre, o Caruanas Va’a ou o Marenteza– vão te levar de canoa para conhecer a baía e o rios próximos da cidade. Eles têm até turmas para iniciantes se você quer apenas conhecer o esporte. Kite stand up paddle nos rios também é uma opção com o Amazon Kite & Sup.

Por fim, se você só quer dar uma corridinha ou caminhada de leve, as praças Batista Campos, da República, Brasil, o entorno do Museu Emílio Goeldi e do Bosque Rodrigues Alves são ótimos para isso. Só lembre de levar uma garrafinha d’água.

Como podem ver, não faltará o que fazer durante a estada em Belém! Para se programar, fique atento ao nosso site, que atualizaremos constantemente com dicas detalhadas sobre o que fazer na cidade.

Além das dicas que dermos aqui, você pode conferir detalhes sobre a programação da cidade também acessando algumas páginas:

Agenda cultural
http://www.guiart.com.br/
https://belemdopara.com.br/

Museus e galerias
http://museusgaleriasartebelem.blogspot.com/

Espaços culturais e históricos
http://www.belem.pa.gov.br/app/c2ms/v/?id=15&conteudo=4551
http://www.secult.pa.gov.br/espacos

DESCRITIVO PASSEIOS FLUVIAIS EM BELÉM – ANO 2019

ILHA DOS PAPAGAIOS


Antes do amanhecer, traslado dos passageiros para o porto. O passeio inicia enquanto a cidade ainda dorme e os pequenos barcos dos caboclos atravessam o rio, trazendo centenas de paneiros cheios de diversos frutos, para serem comercializados nas feiras de Belém. Após vinte minutos de viagem, a chegada á ilha dos papagaios, ilha dormitório para a espécie. Parada para observação da revoada das aves. Os moradores da ilha acordam com o barulho de milhares de papagaios que levantam vôo, tingindo o céu em um tom verde-esperança, numa festiva saudação ao sol. Após revoada, que dura cerca de meia hora, continuamos o passeio passando por furos e igarapés que levam a um exótico mundo dominado pelas matas e águas. Traslado incluso (área central de Belém). Consulte se seu hotel participa do roteiro. Confirmação prévia.
MÍNIMO 02 PESSOAS.
FREQÜÊNCIA: TERÇAS, QUINTAS E SÁBADOS (SOB CONSULTA).
HORÁRIO DE SAÍDA: 04h30. DURAÇÃO: 04h00


FUROS


Percorreremos o rio Guamá, com vista da orla fluvial de Belém, e o movimento de vários tipos de barcos, desde grandes gaiolas e balsas até “popopos”, como são conhecidas as embarcações dos ribeirinhos. Após alguns minutos contornaremos a ilha do Combu, bem em frente à Belém, passando pelo Furo do Benedito, onde você poderá desfrutar da beleza exótica deste fascinante mundo das águas. Durante uma curta caminhada, você conhecerá a exuberante Amazônia paraense; seus diferentes ambientes como floresta de terra firme, floresta de várzea e vegetação aquática, assim como a vida singular e sem pressa do ribeirinho, suas estratégias e interação com o meio ambiente, e os recursos naturais usados na sua vida diária, como pesca, caça, agricultura e extrativismo. Traslado incluso (área central de Belém). Consulte se seu hotel participa do roteiro. Confirmação prévia.
MÍNIMO 02 PESSOAS.
FREQÜÊNCIA: SEGUNDAS, QUARTAS E SEXTAS (SOB CONSULTA)
HORÁRIO DE SAÍDA: 08h30 e 14h30.
DURAÇÃO: 03h30


FUROS E IGARAPÉS COM ALMOÇO

Passeio pelos rios Guamá e Acará. Após traslado nos hotéis, embarque para percorrermos o rio Guamá, onde você terá oportunidade de ver as atividades comerciais dos ribeirinhos, que chegam das ilhas com seus pequenos barcos carregados de peixes, frutas e legumes para serem comercializados nos pequenos portos da orla fluvial de Belém. Você terá a oportunidade de ver de perto este exótico mundo de cores e sons e, depois das passagens dos furos do Maracujá e Benedito, faremos uma caminhada para conhecer o ambiente ribeirinho e seu habitante local, o caboclo, seu relacionamento com o rio, sua casa, o porto, o acesso a terra, a roça, a casa de farinha, assim como a belíssima vegetação local
que se destaca por grandes exemplares de árvores como: seringueira, andiroba, palmeiras como o açaizeiro e buritizeiro, e a majestosa samaumeira. Almoço incluído durante o passeio, a bordo ou em restaurante típico na beira do rio. Traslado incluso (área central de Belém). Consulte se seu hotel participa do roteiro. Confirmação prévia.
MÍNIMO 04 PESSOAS.
FREQÜÊNCIA: TERÇAS, QUINTAS, SÁBADOS E DOMINGOS (SOB CONSULTA)
HORÁRIO DE SAÍDA: 08h30 . DURAÇÃO: 7h00


ORLA MATINAL


Passeie curtindo as belezas da Baía do Guajará, com visão panorâmica das dezenas de ilhas que circundam Belém, além de boa parte de nosso patrimônio histórico, incluindo o Complexo do Ver-o- Peso (Praça do Pescador, Solar da Beira, Mercado de Ferro, Mercado Municipal, Praça do Relógio, a Feira do Açai), o Forte do Castelo (marco da fundação de Belém), o bairro da Cidade Velha com as Igrejas de Santo Alexandre, da Sé e de Nossa Senhora do Carmo e o Porto do Sal com suas embarcações tipicamente regionais. Acompanhamento de guia especializado, dançarinos que ensinam danças do folclore paraense e muita música ao vivo garante a animação do passeio.
MÍNIMO 10 ADULTOS.
FREQÜÊNCIA: SOMENTE AOS DOMINGOS
HORÁRIO DE SAÍDA: 10h30. DURAÇÃO: 1h30


ILHAS E TRILHAS


Passeio até a Praia de Sirituba, local primitivo e bucólico situado a 01:30 da Estação das Docas, na Ilha de Carnapijó, distrito de Barcarena. Navegando pela baía do Guajará, no sentido da Ilha do Marajó, passaremos por algumas ilhas que compõem o colar verde-esmeralda de nosso patrimônio natural, como: a Ilha das Onças, Arapiranga, da Barra, Furo das Mucuras, onde é possível observar a exuberância da vegetação típica da Região Amazônica, bem como a vida do povo nativo que ocupa as margens de nossos rios. Na chegada, caminhada ecológica de 20 minutos até a praia onde é servido almoço simples, à base de comida caseira, em restaurante rústico. Tempo livre para banho na Baía do Marajó. Retorno para Belém com muita música ao vivo, brincadeiras, apresentação de nossas danças folclóricas, acompanhamento de guia especializado, dançarinos e músicos.
MÍNIMO 15 ADULTOS.
FREQÜÊNCIA: SOMENTE AOS SÁBADOS E FERIADOS.
HORÁRIO DE SAÍDA: 10h30. DURAÇÃO: 6h00


ORLA AO ENTARDECER


A partir de nossa maior avenida fluvial: a Baía do Guajará, você poderá observar boa parte de nosso patrimônio histórico, incluindo o Complexo do Ver-o-Peso (Praça do Pescador, Solar da Beira, Mercado de Ferro, Mercado Municipal, Praça do Relógio, a Feira do Açaí), o Forte do Castelo (marco de fundação de Belém), o bairro da Cidade Velha com as igrejas de Santo Alexandre, da Sé e de Nossa Senhora do
Carmo, o Porto do Sal com suas embarcações tipicamente regionais, as indústrias de beneficiamento de Castanha-do-Pará e outros produtos do extrativismo vegetal importante para a região, o bairro da Condor (importante bairro da boemia paraense), o colar verde esmeralda de ilhas que circundam a nossa baía (Ilha das Onças e Ilha do Combú), os nossos rios (Moju, Acará e Guamá), o moderno projeto da Estação das Docas, uma volta ao passado no antigo Porto de Belém (Port of Para), chegando ao final do roteiro em frente ao projeto Ver-o-Rio e, em seguida, retorno ao local de embarque. Acompanhamento de guia especializado, dançarinos que ensinam danças do folclore paraense e muita música ao vivo garante a animação do passeio.
MÍNIMO 10 ADULTOS.
FREQÜÊNCIA: TERÇA A DOMINGO
HORÁRIO DE SAÍDA: 17h30. DURAÇÃO: 1h30


BOA TARDE BELÉM


Passeio pela orla sul de Belém, observando o Complexo do Ver-o-Peso (Praça do Pescador, Solar da Beira, Mercado de Ferro, Mercado Municipal, Praça do Relógio, a Feira do Açaí), o Forte do Castelo (marco de fundação de Belém), o bairro da Cidade Velha com as igrejas de Santo Alexandre, da Sé e de Nossa Senhora do Carmo, o Porto do Sal, com suas embarcações tipicamente regionais, o Mangal das Garças e o Portal da Amazônia, saboreando um delicioso café regional servido a bordo. Acompanhamento de guia especializado, dançarinos, Show folclórico com muita música ao vivo garantem a animação do passeio.
MÍNIMO 10 ADULTOS.
FREQÜÊNCIA: SOMENTE AOS DOMINGOS.
HORÁRIO DE SAÍDA: 15h30. DURAÇÃO: 1h00


Passeios em Belém e Arredores – Ano 2018
PASSEIOS TERRESTRES

1. CITY TOUR EM BELÉM


Neste passeio pela capital paraense, você conhecerá um pouco da sua história, suas curiosidades e seus principais pontos turísticos. Passando pela Basílica de Nazaré, uma das mais belas igrejas de Belém. Foi erguida em 1852, no mesmo lugar em que foi achada a imagem de Nossa Senhora pelo caboclo Plácido, às margens do Igarapé Murucutu, que hoje não existe mais. O seu estilo neoclássico foi inspirado na Igreja de São Paulo de Roma. Em seguida, passaremos em frente à Estação das Docas, espaço ricamente urbanizado, criado a partir da restauração do antigo porto de Belém, formado por três galpões de ferro inglês do século XIX e que oferece aos seus visitantes variadas opções de gastronomia e cultura. E continuaremos o passeio, parando conhecer o Complexo Ver-o-Peso, que oferece os mais variados sabores e aromas do Pará. A imensa feira livre às margens da baía do Guajará, reune centenas de barracas de frutas, peixes, ervas medicinais, temperos, doces, essências, artesanato… O ambiente é perfeito para experimentar as exóticas frutas típicas e as delícias regionais, como o açaí com peixe frito entre outras. No Complexo Feliz Lusitânia que abriga o Forte do Presépio, forte que deu origem a cidade e abriga o Museu do Encontro, onde estão os vestígios arquitetônico de vários períodos da fortaleza, além de objetos de cerâmica tapajônica e marajoara; a Igreja de Santo Alexandre (caracterizada pela arte barroca, com forte acento tropical, destacando-se as peças produzidas pelos jesuítas e pelos índios) e a Catedral da Sé, igreja de onde se inicia o Círio de Nazaré e reúne os estilos barroco (fachada) e neoclássico (interior). No local, encontra-se a primeira Rua de Belém, a Rua da Ladeira, que liga a Feira do Açaí à Praça Frei Caetano. E por último visitaremos o Espaço São José Liberto. O espaço abriga o Museu das Gemas do Pará (Ingresso não incluso), o Polo Joalheiro e a Casa do Artesão. O prédio principal foi construído no século XVIII pelos frades capuchos de Nossa Senhora da Piedade para ser o convento de São José. Foi utilizado como presídio após a expulsão dos jesuítas do Brasil. Na Casa do Artesão, sete tipologias de artesanato exemplificam a diversidade de matéria-prima e o talento dos inúmeros artistas paraenses.
FREQUÊNCIA: TERÇA A DOMINGO.
(ÀS SEGUNDAS, SERÁ PANORÂMICO).
MÍNIMO 02 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS.
HORÁRIO DE SAÍDA: 09h00 OU 14h00.
DURAÇÃO: 04h00


2. PARQUES ECOLÓGICOS


Uma mostra da natureza amazônica, sem sair de Belém. Visita ao Museu Emílio Goeldi, uma instituição especializada no estudo cientifico e socioculturais da Amazônia. Seus 52 mil metros quadrados de área abrigam um parque Zoobotânico com grande mostra de fauna e flora regionais.
Continuamos o passeio pelo Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves, inaugurado em 1883, que conserva até hoje estruturas originais do período em que foi erguida, como o monumento aos intendentes municipais, a estátua aos legendários guardiões da floresta Mapinguari e Curupira, o quiosque chinês, o chalé de ferro, a gruta pedra-sabão e o portão monumental da entrada principal.
Por último visitaremos o belíssimo Mangal das Garças, um parque naturalístico com vegetação e fauna da região amazônica. O espaço encanta com uma bela vista do trapiche para o rio Guamá e suas especiarias gastronômicas. Venha se maravilhar com um dos mais importantes ecossistemas do nosso planeta.
FREQUÊNCIA: QUARTA A DOMINGO.
MÍNIMO 02 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS.
HORÁRIO DE SAÍDA: 09h00 OU 13h00
DURAÇÃO: 04h00


3. CITY TOUR CULTURAL


Melhor oportunidade para conhecer a Cultura, a História e a arte de Belém. Passeio com visitas aos principais patrimônios histórico-culturais de Belém: o Teatro da Paz (exceto aos domingos), maravilha arquitetônica da época áurea da borracha, que encanta com seus elementos decorativos revestidos em ouro. Sendo a primeira casa de espetáculos da Amazônia. Sua estrutura foi inspirada no Teatro Scalla de Milão.
O Forte do Presépio, que foi construído para proteger a cidade das invasões estrangeiras. Oferece uma vista privilegiada para a baia do Guajará e abriga o Museu do Encontro, onde estão os vestígios arquitetônicos de vários períodos do forte e mantém os canhões originais intactos.
A Igreja de Santo Alexandre, que foi construída em estilo barroco amazônico em 1698, com a mão de obra indígena, sendo um dos mais importantes templos erguidos pelos padres da ordem Jesuíta no Brasil. Abriga o Museu de Arte Sacra de Belém (MAS) com belíssimas obras do século XVII a XX, além da Galeria Fidanza, o Café do Museu e a Boutique Empório das Artes.
E por último, visitaremos ou Museu de Arte de Belém-MAB, que reúne um conjunto significativo de obras referentes ao período áureo da borracha na cidade. Além de um acervo de peças do mobiliário brasileiro dos séculos XIX e início do XX, fotografias, cerâmica, objetos de interior e esculturas.
Ou o Museu do Estado do Pará-MEP, sediado no Palácio Lauro, que possui uma diversidade de acervo composto por telas, mobiliário, acessório de interiores, fotografias, entre outros bens que incluem o próprio edifício, testemunhos de diferentes contextos da história do Pará.
FREQUÊNCIA: TERÇA A SÁBADO.
MÍNIMO 02 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS.
HORÁRIO DE SAÍDA: 09h00 OU 14h00 (EXCETO DOMINGO)
DURAÇÃO: 04h00


4. PASSEIO À VILA DE ICOARACI


Passeio à vila de Icoaraci, que se destaca como importante polo de artesanato em cerâmica, instalado precisamente no bairro do Paracuri, onde se produzem réplicas de vasos típicos de antigas nações indígenas, principalmente, Marajoara e Tapajônica, a partir de peças catalogadas pelo Museu Emílio Goeldi. Iremos visitar as olarias, onde podemos conhecer o processo produtivo e ainda comprar peças a preços acessíveis.
Em seguida, iremos até a Orla, banhada pela Baia de Guajará, onde o visitante é bem servido por um polo gastronômico composto da típica culinária paraense.
Importante: passeio destinado a pessoas que realmente tenham interesse em ver a produção e adquirir cerâmica direto nas olarias. Local muito simples e sem infraestrutura turística.
FREQUÊNCIA: SEGUNDA A SÁBADO.
MÍNIMO 02 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS.
HORÁRIO DE SAÍDA: 09h00 OU 14h00.
DURAÇÃO: 04h00


5. PASSEIO À ILHA DO MOSQUEIRO


A Ilha do Mosqueiro fica em frente à Baía do Marajó, a 80 km de Belém. A ilha é dotada de um litoral privilegiado de um colar de belíssimas praias intercaladas, geralmente, de formações rochosas. Outra marca registrada das praias Mosqueirenses (água doce), é que elas são formadas pela fusão de águas de várias baías, têm ondas tão volumosas como as de praias oceânicas. Mosqueiro é dotada de exuberante floresta, entrecortada por rios, furos e igarapés.
Neste passeio os atrativos serão os chalés de veraneio, a igreja, o mercado, a pracinha com suas barraquinhas de tapiocas e comidas típicas, além de tempo livre para banho.
FREQUÊNCIA: DIÁRIA.
MÍNIMO: 03 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS.
HORÁRIO DE SAÍDA: 08h00.
DURAÇÃO: 07h00


6. PASSEIO À SALINAS

O Mar também faz parte da Amazônia. Você vai visitar uma cidade paraense, a 220 km de Belém, banhada pelo Atlântico, com praias que se perdem no horizonte. A água salgada, limpa e cristalina, é um convite aos prazeres do verão. Não incluso almoço.
FREQUÊNCIA: DIÁRIA. HORÁRIO DE SAÍDA: 07h30.
MÍNIMO: 03 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS. DURAÇÃO: 12h00


7. TOUR GASTRONÔMICO (COM ALMOÇO)


O passeio começará pelo famoso Complexo do Ver-o-Peso (Mercado de Peixe, a feira e o Mercado de Carne), onde você vivenciará o cotidiano do paraense que frequenta o local, conhecendo e experimentando alguns dos sabores peculiares da região amazônica, como a castanha do Pará, as frutas da estação (abricó, pupunha, cupuaçu, bacuri, entre outras), diversos tipos de farinhas, peixes e camarões salgados, que são expostos na Feira. No Mercado de Peixes, você conhecerá as variadas espécies de peixes da região in natura, (filhote, pirarucu, tamuatá, entre outros), em seguida visitaremos o mercado de carne, com sua bela estrutura em ferro, que também faz parte do complexo do Ver-o-peso.
Continuando o passeio, você irá conhecer a loja da Cachaçaria Meu Garoto, onde é possível fazer degustação e compra, das mais de uma dúzia de sabores de cachaças artesanais, dando um destaque especial para a experiência inusitada do sabor que faz a boca “tremer”, a Cachaça de Jambu.
Em seguida, iremos visitar a Estação das Docas, onde você terá a experiência da originalidade das comidas regionais com Almoço servido no restaurante “Lá em Casa”. Após o almoço, ainda na Estação das Docas, iremos conhecer as premiadas cervejas artesanais da Amazon Beer,
com os sabores das frutas locais e visitar a feirinha de artesanato, onde você encontrará bombons recheados com doces de frutas regionais, biscoitos de castanha do Pará, entre outras variedades de artesanatos.
Finalizaremos o passeio na Sorveteria Cairu, conhecida como uma das melhores sorveterias do Brasil, com uma seleção de mais de 50 sabores diferentes de sorvetes preparados artesanalmente.

FREQUÊNCIA: TERÇA A SÁBADO. HORÁRIO DE SAÍDA: 08h00 E 13h00.
MÍNIMO: 02 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS. DURAÇÃO: 05h00


8. TOUR GASTRONÔMICO (COM DEGUSTAÇÃO)


O passeio começará pelo famoso Complexo do Ver-o-Peso (Mercado de Peixe, a feira e o Mercado de Carne), onde você vivenciará o cotidiano do paraense que frequenta o local, conhecendo e experimentando alguns dos sabores peculiares da região amazônica, como a castanha do Pará, as frutas da estação (abricó, pupunha, cupuaçu, bacuri, entre outras), diversos tipos de farinhas, peixes e camarões salgados, que são expostos na Feira. No Mercado de Peixes, você conhecerá as variadas espécies de peixes da região in natura, (filhote, pirarucu, tamuatá, entre outros), em seguida visitaremos o mercado de carne, com sua bela estrutura em ferro, que também faz parte do complexo do Ver-o-peso.
Continuando o passeio, você irá conhecer a loja da Cachaçaria Meu Garoto, onde é possível fazer degustação e compra, das mais de uma dúzia de sabores de cachaças artesanais, dando um destaque especial para a experiência inusitada do sabor que faz a boca “tremer”, a Cachaça de Jambu.

1º Opção – Em seguida, iremos visitar a fábrica do “Point do Açaí”, onde será mostrado todo o processo da produção do “suco” do açaí. E em seguida será servido um mini menu degustação que inclui: Maniçoba, Tacacá e Açaí com iscas de peixe, charque e camarão.

OU

2º Opção – Em seguida, parada no restaurante “Lá em casa”, onde será servido o “Corridinho de Peixe”, uma deliciosa degustação dos melhores peixes da Amazônia que inclui: Farofa de Pirarucu, Pescada amarela à milanesa, Pirarucu fresco na chapa, picadinho de Tambaqui, Haddock Paraense e Filhote no Tucupi. Acompanhados de arroz de jambu, feijão manteiguinha de Santarém, farofa e arroz branco. Inclui também uma taça de suco de cupuaçu e um sorvete de fruta regional.
O último lugar a ser visitado será a Estação das Docas, para conhecer as premiadas cervejas artesanais da Amazon Beer, com os sabores das frutas locais e visitar a feirinha de artesanato, onde você encontrará bombons recheados com doces de frutas regionais, biscoitos de castanha do Pará, entre outras variedades de artesanatos. Finalizaremos o passeio na Sorveteria Cairu, conhecida como uma das melhores sorveterias do Brasil, com uma seleção de mais de 50 sabores diferentes de sorvetes preparados artesanalmente.
FREQUÊNCIA: TERÇA A SÁBADO. HORÁRIO DE SAÍDA: 08h00 E 13h00.
MÍNIMO: 02 PESSOAS. IDIOMA PORTUGUÊS. DURAÇÃO: 05h00

FALE CONOSCO

(91) 3246-0734 / 3246-7603
atendimento@pautaeventos.com.br

Realização:
Organização: